(Viena) Monumental

Leões. Grandes leões. Dourados e presentes, sempre presentes. Nas esquinas, nas praças, nas fachadas.

Viena é uma cidade monumental, reflexo dos tempos em que foi capital do império austro-húngaro.

Comparada com as que lhe são próximas, transmite pouca intimidade. É uma cidade mais impessoal. Pelo menos, para quem a visita por um par de dias.

Lembro-me de passear à chuva pelas avenidas grandes, perdido, à descoberta, perplexo pela monstruosidade dos edifícios com que me ia cruzando. E lembro-me da ligação que senti quando cheguei à Ópera. Mesmo não entrando, senti. Fechei os olhos e imaginei-me sentado a fazer parte daquele mundo.

Pouco depois, era hora de voltar para a estação. Mais uma camioneta, mais um destino.

Viena, janeiro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Up Next:

Mudar de ano

Mudar de ano