Lua

A lua faz-se notar enquanto ao fundo se ouve o uivar dos lobos (parte dramática e talvez fictícia deste excerto). Entretanto, caem as primeiras gotas de chuva que de nada servem para apagar a fogueira que se alastra e derrete os rechonchudos marshmallows. O telhado abriga-nos e os acordes sucedem-se uns aos outros. É o culminar de uma jornada que amanhã se repete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Up Next:

Estrelas

Estrelas